18 de mai de 2011

Amamentação: as delícias e as dificuldades ! (Blogagem Coletiva)



Durante a gravidez eu li e me informei muito sobre a amamentação. Fui ter uma conversa sobre o tema com uma orientadora de lactância e achava que estava preparada o suficiente para essa fase, apesar de não ter feito nenhuma preparação física (tipo: usar conchas para formar o bico, pomadas, massagens, e tudo o mais). Pensei que isso seria algo natural do tipo que o bebe nasce e já gruda no peito e o leite jorra feito uma fonte que não desliga nunca.

 Me enganei e muito !

Quando cheguei no hospital para ter o Davi eles logo me perguntaram se eu iria amamentar, dar formula ou que seria os dois. Bom, eu nunca fui radical e jamais pensei em dar somente o leite materno para meu filho independente do preço que tivesse que pagar por isso. Eu sempre pensei que não importava a forma como meu filho fosse alimentado (leite materno ou mamadeira), mas que fome eu jamais deixaria ele passar. Então disse que daria os dois, mas que a amamentação seria sempre a primeira opção. 

 Daí que o Davi nasceu e quando fui tentar amamenta-lo pela primeira vez começou uma batalha que parecia não ter fim. Eu não tinha o menor jeito para coloca-lo no peito, as enfermeiras me ajudaram, mas era só elas sairem de perto que ele soltava o peito e não pegava mais de jeito nenhum, meu colostro também não descia e isso dificultava um pouco as coisas. Acha que o Davi era bobo de ficar chupando algo que não dava nada em troca para ele ! 

 Eu já estava há mais de 24hs acordada, tinha passado o dia todo em trabalho de parto (meu trabalho de parto começou às 2:00hs do dia 19 e ele só nasceu às 00:26 do dia 20), sem comer nada, cansada de tanto fazer força e o Davi ali chorando de fome e meus peitos nada de colaborarem. Não pensei duas vezes: vamos dar fórmula para ele já !

 E assim foi. Mas aí no dia seguinte, já um pouco descansada e recuperada tentamos novamente, uma enfermeira especialista em lactância foi ao meu quarto para me ajudar e a cena se repetia novamente: bebe se esgoelando não querendo pegar o peito de forma alguma, mamãe estressada, colostro que não descia e assim foram os primeiros dias. Davi pegou a mamadeira que foi uma beleza, mas eu sempre tentava o peito antes, quando ele ainda estava com fome, mas a minha falta de jeito e de leite não ajudaram !

 Quando tive alta ganhei uma bombinha e em casa comecei a tirar o colostro só depois de 4 dias que ele havia nascido e só conseguia tirar cerca de 50ml de colostro dos dois peitos depois de 1h bombeando. Mas sempre no mesmo esquema, oferecia o peito primeiro e depois a mamadeira. Sempre ouvia comentários do tipo: ele tem que mamar no peito !, agora não via mais pegar o peito! e outros mais que deletei da minha memória. Mas teve um dia que eu até acordei chorando porque me sentia uma péssima mãe por não conseguir amamentar meu filho.

 Até que um belo dia, nessa de oferecer o peito primeiro ele mamou como se sempre tivesse mamado daquela forma, foi a coisa mais gostosa de se ver e nem preciso dizer que fiquei feliz da vida ! Nunca tive rachaduras e nem dores fortes. Desse dia em diante as coisas começaram a funcionar bem, mas meu leite não era suficiente, o Davi sempre ficava com fome aí eu complementava com fórmula e assim foi até que um belo dia ele simplesmente resolveu que não queria mais mamar a fórmula e então começamos uma nova batalha. Aí uma colega que tinha tido bebe uns dias antes de mim, tinha muuiitoo leite. E passou a me doar o leite que ela tinha em excesso. Gente era muito leite mesmo e assim funcionou por mais algumas semanas, dava uma mamadeira com o leite que eu ganhava e na próxima mamada dava o peito. Mas a história não acaba aqui.

 Então sem mais nem menos o Davi resolve que não quer mais saber de mamadeira, pronto aí começou a pior fase ! Eu não tinha leite suficiente para ele mamar, ele não aceitava mais a mamadeira, tentei vários modelos de mamadeira, copinhos (tenho um estoque aqui em casa de vários modelos), tentei dar o leite na colher, na seringa e nada dele aceitar. Chorava de fome, mas não pegava a mamadeira e assim foi até ele começar com as papinhas. Agora ele faz 3 refeições por dia (mingal no café da manhã, papinha salgada no almoço e jantar e fruta no lanche da tarde) e amamento ele nos intervalos e duas vezes durante a noite.

Quem foi que disse mesmo que depois que o bebê pega a mamadeira não quer mais saber do peito ! Aqui em casa foi ao contrário !

Davi com 1 semana e a mamãe ainda sem jeito (deletem da memória a mamãe descabelada)

 A idéia da blogagem coletiva foi da Ananda do Projeto de Mãe e lá no blog dela tem uma lista com outros blogs participantes.

12 de mai de 2011

Mudança...

As coisas tomaram um rumo totalmente diferente do que eu havia imaginado ! Tinha planos totalmente diferentes para esse blog, mas a vida me mostrou um outro caminho. Depois de passado o susto, está na hora de arregaçar as mangas e trabalhar duro para que meu filhote se desenvolva da melhor forma possível !

 Meu filho tem Neurofibromatose ! E assim, como eu, muitas pessoas nunca devem ter ouvido falar sobre essa condição. Pesquisei muito, por isso meu sumiço aqui no blog, todo tempo que eu tinha disponível eu ficava na internet buscando informações, fundações que auxiliam os portadores dessa doença e seus familiares, li muito e hoje acho que posso ajudar um pouco e com isso dividir o que aprendi e o que ainda vou aprender sobre o assunto !
Meu filho tem Neurofibromatose, sim ! Mas ele é uma criança como outra qualquer, não espero que seja tratado como um pobrezinho, quero para ele um tratamento igual, sem discriminação ! Hoje essa é apenas uma das minhas batalhas.

 Mães de crianças com essa mesma condição mostrem sua cara, não tenham vergonha. Vamos dividir nossas angústias, e nossas vitórias !

12 de abr de 2011

Muito assunto ...

...mas pouca disposição para escrever !

Já comentei algum tempo atrás sobre umas manchinhas que estavam aparecendo no corpo do Davi e que a primeira pediatra dele (mudamos de médico) disse que poderia ser Neurfibromatose. Fizemos uma consulta com um neurologista, exame e segundo ele estava tudo normal. Então pensamos que que não seria essa doença, que no máximo seria algo da pele, coisa que um creminho resolvesse !

Grande engano !

Fomos também em um geneticista e foi confirmado que ele tem mesmo a Neurofibromatose. Uma doença rara que atinge cerca de 1 em cada 3.000 pessoas, que não tem cura e que pode trazer consequências bem difíceis para seus portadores e familiares. Aqui nos EUA tem até uma fundação de apoio aos portadores dessa doença e seus familiares. Essa doença tem 3 tipos NF1, NF2 e Schwannomatosis. O Davi tem a do tipo NF1 que é o tipo menos agressivo.

Ele vai precisar de acompanhamento médico constante, não só o pediatra, mas neurológico, oftalmológico e com o geneticista também. Isso é importante pro caso de surgir algum outro sintoma e poder trata-lo desde o início.

Bom, nem preciso dizer como está meu coração ! Já passei por várias fases: já fiquei revoltada, já chorei, já me conformei e agora estou com aquela sensação de que estou sonhado, ou melhor tendo um pesadelo e que irei acordar a qualquer momento ! Mas esse momento nunca chega ! Olho para o meu baby e não consigo ver nada de ruim nele, vejo um bebe alegre, que está descobrindo o mundo e a vontade que sinto é de parar o relógio e conserva-lo assim. Algumas vezes eu o seguro nos braços e fico parada sentindo seu coração batendo tão forte que a vontade que tenho é de coloca-lo lá dentro da minha barriga novamente !
Hoje as lágrimas tem presença garantida nos meus dias !

Prestem muita atenção em seus filhos, informe-se o máximo possível sobre qualquer coisa que estiver acontecendo com ele. Somente assim você poderá ajuda-lo !

Para quem quiser maiores informações sobre a Neurofibromatose acessem o site: www.ctf.org ( site está em inglês, mas se você utilizar o navegador Chrome pode pedir para traduzir).

A minha jornada está apenas começando, e vou precisar de muito dos amigos !

25 de mar de 2011

Muuuuuuiiiiiitooooo Feliz !

Extra, extra...

Cadê meu bebezinho banguela !!!...Ficou lá no passado (snif, snif...ele já está crescendo)
Ontem fomos presenteados com o primeiro dentinho do Davi, coisa mais fofa da mamãe ! Nunca pensei que um dente fosse um dia me deixar tão feliz E olha que as novidades não param por aí, essa semana ele aprendeu várias coisas novas...estou babando ainda !
Mãe é bicho bobo mesmo.

Depois volto com mais tempo para falar dos cinco meses do Davi.

2 de mar de 2011

Há 3 anos...


Estávamos começando uma nova vida cheia de expectativas e sonhos !

Hoje...


Nosso maior sonho se realizou !

Amor, 
Nosso dia foi ontem...eu que nunca me esqueço das datas especiais deixei passar batido ! Mas a maternidade tem me consumido o cérebro ! kkk 
Esse ano temos muito o que comemorar, em breve será nosso aniversário de 10 anos juntos. Prometo não esquecer !
Te amo cada vez mais, principalmente quando olho para o nosso filho e vejo muita coisa sua nele ! Tenho certeza que acertei em cheio ao casar-me com você e mais ainda ao escolhe-lo como pai do meu filho !

...Deixa eu dizer que te amo,
Deixa eu cuidar de você,
Isso me acalma, me alegra a alma
Isso me ajuda a viver...

Amor, I love you !
Amor, I love you !

Lembra dessa música !
Sei que não está bem certinha a ordem da letra, mas o sentimento descrito nela é mais do que verdadeiro e é assim que eu sei canta-la..

1 de mar de 2011

Recomeço...

Do blog !

Nada mais justo do que recomeçar !
Estive ausente por tanto tempo tanta coisa mudou na vida, o Davi já está tão diferente e a sensação que tenho é a de que ficou uma lacuna enorme aqui !
Vou tentar fazer um resumo de tudo que aconteceu e depois vou passar a postar uma vez por semana as novidades. Assim acho que fica melhor.

O Davi já completou 4 meses e está naquela fase deliciosa de sorrisos, cada dia uma novidade, uma coisa que ele aprende e a forma como ele interage com as outras pessoas me deixa muito feliz !
Ele voltou a dormir regularmente durante o dia, já vem fazendo isso há alguns dias e espero que continue assim. Antes ele tinha apenas alguns cochilos de 10/15 minutos cada vez. Isso me deixava super cansada, estressada e muitas vezes irritada (a maternidade não é só flores) porque queria fazer as coisas e não conseguia, mas com o tempo fui aprendendo a administrar meu tempo e levar as coisas de uma forma mais simples e prática.

Meu fofuxo é um bebe que exige atenção, ele até fica brincando sozinho por alguns minutos sozinho no tapetinho (a melhor coisa que compramos para ele até hoje....fica aí a dica), mas chega uma hora que preciso parar tudo deitar do lado dele e ficar brincando junto. Agora o clima está mais agradável por aqui, já não tem feito frio e assim posso sair com ele todos os dias no final da tarde. Ontem mesmo fomos no play daqui do condomínio, tinham muitas crianças brincando e ele adorou ficar olhando as brincadeiras. Depois coloquei ele no escorregador, mas não sei dizer se ele gostou ou não porque ficou com uma cara de paisagem que só ele sabe fazer..kkkk, sem demonstrar nenhum sentimento de alegria ou de estranhamento. Vou tentar outras vezes para ver se ele se manifesta de alguma forma !

Ele já sabe se virar de barriga para cima, mas ainda não vira de barriga para baixo que é o mais comum acontecer primeiro. Abre os braços e fica me olhando de uma forma irresistível quando quer colinho. Já sabe muito bem como derreter meu coração !

Quase toda semana perde várias roupas, não é muito gordinho, mas está super comprido e acaba perdendo as roupas no comprimento, hoje ele já está com 67cm. 

Tem sido ótimo acompanhar esse crescimento e apesar dele estar com apenas 4 meses já vai batendo uma nostalgia e como diz o pai dele: "Já está dando uma saudade daquele bebezinho do hospital !"


8 de fev de 2011

Olha nós aqui outra vez !

Depois das festanças de final de ano e idas a médicos estamos aqui novamente !

Não aconteceu nada sério, mas era necessário buscar uma resposta para algo que vinha acontecendo desde o nascimento do Davi. Ele nasceu com uma manchinha de nascença na barriga, primeiro achei até bonitinha porque tenho uma igual na coxa (tipo da Angélica, mas bem mais clara), a dele é daquelas café com leite. Então que um dia lendo no site  BabyCenter vi que essas manchas devem ter um acompanhamento médico porque é um dos sintomas de Neurofibromatose. Fiquei muito preocupada, mas confiante ! Precisamos leva-lo num neurologista, fazer exames e o alívio foi completo quando no resultado saiu tudo normal. 

Mas a busca por uma resposta ainda não acabou, porque as manchas estão aumentando de tamanho e de quantidade, na última contagem já haviam 21 espalhadas pelo corpinho dele. 

Na última semana fomos consultar um outro pediatra e agora seremos encaminhados à um geneticista, porque segundo o pediatra essas manchas estão vindo de dentro para fora e pode ser algo relacionado aos genes dele . Essa consulta será daqui há 1 ou 2 meses, mas como ele está ótimo o pediatra não achou problema algum em esperar esse tempo todo.

E por falar em médicos trocamos de pediatra. Eu estava levando o Davi em uma clínica do governo aqui pertinho de casa e cada dia que ia lá era um médico diferente que nos atendia, mas fora isso o que mais me irritava era fazer certas perguntas e ouvir sempre a mesma resposta: "É normal!". Para mim essa é uma resposta padrão para quando não se sabe explicar o porquê das coisas ! Aí uma colega minha estava levando sua bebezinha num pediatra que segundo ela era ÓTIMO, então resolvi conhecê-lo mesmo sendo super longe daqui de casa. Fui e AMEI a clínica e o pediatra, respondeu todas as minhas perguntas de forma clara e gostei muito da forma que tratou o Davi, coisa rara nos médicos americanos. Confesso que sentia falta desse calor humano e cumplicidade entre médico e paciente. 

Segundo ele o Davi está com peso e altura muito bom. Então continuamos com a amamentação e em livre demanda, mas isso é assunto para outro post e pasmem estou tentando escrever algo a respeito desde dezembro/2010. Assim que conseguir terminar posto.

Uma fotinha do meu gostosinho só para matar as saudades: